Blog

Como cuidar bem de orquídeas

Lindas e bem adaptadas a ambientes fechados, as orquídeas já estão entre as espécies favoritas de quem pretende cultivar flores em casa ou apartamento. Porém, para que elas cresçam saudáveis e bonitas é necessário tomar alguns cuidados na hora da cuidar das orquídeas.

Quantidade ideal de água:

Um fator bastante nocivo à saúde das orquídeas e um dos maiores responsáveis pela morte dos espécimes é o excesso de água. Ao cultivá-las, dê preferência a vasos de barro, pois, como são porosos, permitem a drenagem melhor da água. A rega deve ser realizada uma vez por dia, essa frequência deve ser dobrada em dias muito quentes. Em caso de apartamentos, é preciso ficar atento ao nível de umidade no ar, em locais muito secos, é importante deixar uma fonte de água próxima a planta.

por-que-uma-orquidea-nao-floresce-13

Incidência do Sol:

O local em que sua orquídea ficar deve possuir bastante luminosidade, porém, o espécime nunca deve ser deixado em contato direto com os raios solares. Caso perceba que as flores estão ficando amareladas, mude a orquídea para um lugar com menos incidência solar, pois esse é um indício de que a planta está recebendo luz demais. Também é possível utilizar algo para fazer uma meia sombra e proteger a planta.

Não exagere na adubação:

Da mesma forma que a água, utilizar adubo demais pode matar a orquídea. Sempre que possível, opte por fazer a adubação com produtos orgânicos, melhores para a saúde da planta. Se escolher um fertilizante inorgânico, fique atento às instruções para uso. Há duas possibilidades de fazer a adubação, a primeira é colocar o ativo no canto do vaso e deixar que ele se dissolva aos poucos. E a segunda é fazer a diluição do fertilizante em água e aplicar o produto no solo.

white-orchids-orchid-flower-free-659721

Trocando a orquídea de lugar:

A troca de vaso deve acontecer sempre que a base da planta estiver a menos de 1 cm da boca do vaso. Na hora de passá-la para o outro recipiente, encoste a parte de trás em uma parede do vaso para dar mais sustentação à estrutura. Para descobrir qual é essa parte, preste atenção no local que nascem os brotos, pois essa é a parte frontal.






GOSTOU DAS FLORES DESSE POST? ENTRE EM CONTATO CONOSCO!

Preencha o formulário abaixo. Nós entraremos em contato o mais rápido possível!