Blog

Como cuidar das azaleias

azaleia1

A Azaleia é uma planta originária do Japão e da China. Cientificamente é chamada de Rhedodendrom (gênero), possuindo diversas espécies. As plantas nativas foram levadas para a Holanda e Bélgica, onde foram melhoradas geneticamente. Como resultado, entre as variedades hoje comercializadas encontram-se flores de coloração vermelha, rosa, roxa, branca e combinações destas cores (mescladas).

A Azaleia possui um ciclo de reprodução que é de cerca de 13 meses. As mudas são se formam a partir de 5 cm, resultantes da dos brotos em formação. As estacas podem ser enraizadas em bandejas apropriadas ou em vasinhos com terra de boa qualidade.

Caso as mudinhas sejam feitas em bandejas ou sementeiras, as mesmas poderão ser transplantadas após 10 semanas para cada vaso definitivo.

Nos meses seguintes, são realizadas de 2 a 3 podas para que se obtenha uma planta bem formada. O próximo passo é a aplicação de reguladores de crescimento, para que haja indução de botões florais. Em seguida, as plantas recebem um choque térmico (ficam por 6 semanas em câmara fria), para que os botões florais possam se desenvolver. Esta etapa é muito importante e necessária para que se tenha Azaleias floridas durante o ano inteiro, já que neste caso, são recriadas artificialmente as condições da natureza (as Azaleias florescem no início da primavera, após o período frio do inverno). A terra a ser utilizada no vaso pode ser do tipo terra vegetal, devendo estar sempre úmida, com boa aeração e baixa acidez.

A Azaleia é suscetível a algumas doenças, a saber:

Oídio: manchas esbranquiçadas que recobrem as folhas. Estas caem prematuramente, a planta enfraquece e deixa de florescer.
Podridão das estacas: causada por Rhizoctonia. As estacas começam a apodrecer, causando a morte.
Podridão das raízes: causada por Fusarium. As raízes apodrecem e os sintomas podem ser vistos na parte aérea: as folhas tornam-se amarelas, caem, a planta seca e morre.

Podem ocorrer também algumas pragas como tripés, ácaros, pulgões e moscas minadoras.

COMO CUIDAR DA AZALÉIA EM CASA

Manter o vaso em lugar fresco e claro.
Manter a terra do vaso bem úmida, sem deixar acumular água sobre o prato.
Mergulhar o vaso em um balde com água morna uma vez por semana.
Eliminar flores murchas, para evitar doenças e forçar a abertura dos demais botões florais.
Adubar uma vez por mês.
Após a florada, tirar a muda do vaso e plantar no jardim, em local fresco e claro.






GOSTOU DAS FLORES DESSE POST? ENTRE EM CONTATO CONOSCO!

Preencha o formulário abaixo. Nós entraremos em contato o mais rápido possível!