Blog

Boutonniere

Boutonniere, a palavra de origem francesa, simboliza uma composição floral usada pelos homens e formada por uma única flor com algumas folhagens.

O arranjo, que era mais usado por noivos europeus e não era muito conhecido no Brasil, nos ultimos anos conquistou seu espaço entre noivos, padrinhos e os pais dos noivos brasileiros.

O boutonniere de flor natural é mais tradicional, mas também é possível encontrar opções artesanais feitas de tecidos e flores artificiais.

Na lista das flores mais usadas para a composição de boutonnieres, estão o cravo branco, a orquídea dendrobium e a rosa branca. O noivo pode usar uma orquídea, enquanto os padrinhos usam cravos ou rosas, por exemplo.

Sempre localizada do lado esquerdo do paletó e na mesma altura do bolso, a boutonniere fica na lapela do noivo, dos padrinhos e dos pais dos noivos, com o objetivo de mostrar que essas pessoas possuem um lugar de destaque no casamento.

A boutonniere deve combinar com a personalidade do noivo, dos padrinhos e dos pais, seguindo as cores e as flores usadas no bouquet da noiva, baseando-se também na decoração floral da cerimônia.

O mais comum é que um elemento do bouquet da noiva se torna a boutonniere do noivo, com uma montagem diferenciada de todos, com o cuidado de não tornar o arranjo feminino, ressaltando que a cor e a flor devem corresponder ao bouquet, caracterizando a idéia de união. É interessante que os padrinhos usem um tipo de flor com uma montagem diferente do noivo. Assim como a dos pais deve ser especial, diferenciando dos padrinhos e com uma montagem mais artística. Finalmente a do noivo deve ser completamente diferente.

 

 

Para compor o arranjo floral, também podem ser usados juncos, folhas de ruscus, moréia, folhas secas, vime, delicados ramos, cipós e arames.

 

 

Seja qual for a boutonniere escolhida, o tamanho não pode ser exagerado, é preciso ser proporcional ao visual. O ideal é fazer uma boutonniere personalizada, de acordo com a altura e o peso da pessoa, avaliando também o local do casamento. É preciso analisar se o cabinho ficará por dentro do bolso ou se será aplicado no paletó, ficando totalmente exposto, mostrando o talo e os elementos utilizados.






GOSTOU DAS FLORES DESSE POST? ENTRE EM CONTATO CONOSCO!

Preencha o formulário abaixo. Nós entraremos em contato o mais rápido possível!